Comprometimento e a Espiritualidade

Comprometimento e a Espiritualidade

Quando pensamos no significado da palavra “comprometimento”, emerge de imediato a resposta compromisso.

Comprometer-se com algo ou com alguém, para muitas pessoas,  refere-se ao cumprimento de uma agenda ou de uma promessa a cumprir.

Na verdade, podemos entender como um conjunto de elos de uma iluminada corrente, colocando em união coração e mente a caminho e a serviço da luz.

Ao observarmos a ressonância que ecoa desse ato na relação das pessoas, e, principalmente, com a Espiritualidade,  ultrapassa-se os limites de uma palavra ou de uma ação preestabelecida simplesmente para si ou com os nossos irmãos.

A relação com as pessoas vai muito além de um “contrato”, um acordo ou promessa, e se refere à personalidade, ao caráter e à sensibilidade atinada em exercer disciplinadamente aquilo que se afirmou em realizar.

Quando um terapeuta ou outro profissional da saúde, ou das terapias integrativas, sugere um caminho para que o consultante busque compreender a sua dificuldade e encontre uma alternativa ou solução, estes são aceitos e preestabelecidos por ambos, mas é sabido que a condução e a busca da própria cura dependerão do chamado “tema de casa”.

Quando nos comprometemos estamos nos entregando de corpo e alma para uma atividade familiar, para uma orientação profissional, para os cuidados da saúde física, da saúde mental, da saúde emocional, da racionalidade e com a saúde espiritual. Disto dependerão as intenções formadas no campo prático do discernimento e no campo da disciplina espiritual, ou seja, a continuidade.

Os possíveis empecilhos como cansaço físico e a falta de fé não poderão ser obstáculos fortes o suficiente para impedir a realização da própria cura e da evolução pessoal.

Podemos idealizar alguns dos principais momentos em que o comprometimento se faz necessário e presente em nossas vidas. Ei-los:

O comprometimento com a Fonte e com a Espiritualidade. Deixar de se relacionar com a Fonte é o mesmo que abdicar da própria existência. Somos consciências vivas advindas da vontade do Todo, do Pai das Luzes, do Grande Arquiteto do Universo. A Espiritualidade mantém a essência da nossa natureza sutil viva e em plenitude. Ela é alimentada pela conectividade e pela prática dessa relação.

O comprometimento Consigo, com as suas ações, com os nossos Irmãos e com todos os Seres Vivos. Devemos realizar esta tarefa a partir do chamado “Orai e Vigiai”. Colocar em harmonia os nossos pensamentos, manter a sintonia com as nossas preces, proporcionar as boas relações de afetividade, de amizades salutares; as proferidas relações de convivência e intercâmbios de aprendizados mutuais, a prática de atitudes saudáveis para si e para os outros. Perceba-se evoluir com o coração e a mente unidos, e sem se desviar do caminho da luz.

O comprometimento com a Saúde. Alimentar-se com alimentos naturais, praticar exercícios e beber água em abundância auxilia na manutenção do nosso veículo. Afastar-se do estresse, evitar a carne vermelha, o consumo de cigarro e nicotinas deve ser um hábito. Traz-nos força para o bem, viver bem e se sentir bem.

O comprometimento com Ideias, Ideais e Metas. Planeje o futuro. Ilumine a sua estrada e tire as pedras mais pesadas do caminho. Defina prioridades e as cumpra. Incentive as suas ideias e as suas metas, pois lhe estimulará a caminhar em frente. Gere críticas construtivas para alcançar uma formação intelectual mais atrativa para o convívio próprio e diante da complexidade da moderna sociedade.

O comprometimento com os seus Sonhos e Realizações. Ser um idealizador, um visionário, enfim um sonhador lhe favorece a abrir o leque das possibilidades universais. Materialize-as e ancore o conhecimento e o progresso de sua evolução.

Finalmente, entendamos comprometimento como primeiro passo para a realização de uma vontade interior inerente às necessidades da raça e da percepção humanas.

0 comentários

Deixe um comentário

Quer se juntar a discussão?
Fique a vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *